Mau hálito
O mau hálito é a maneira do corpo informar que algo não vai bem. Suas principais causas são: fumo; ingestão excessiva de álcool; boca seca; insuficiência renal ou hepática; doenças gástricas; falta de higiene bucal; infecções na garganta ou pulmonares; hipoglicemia; diabetes e jejum prolongado.

Aftas
Elas surgem como uma ferida branca ou amarelada na boca (geralmente na língua e nas paredes internas da boca). São mais comuns em pessoas com baixa imunidade.

Dentes sensíveis
São várias as causas para a sensibilidade dentária: bruxismo, fraturas, acidentes, gengivite, surgimento de cáries, escovação incorreta, etc. Essas causas levam a diminuição da dentina, que envolve a raiz do dente, o que provoca aquela sensação de dor ou “choque” ao ingerir alimentos ou líquidos muito gelados, quentes, doces ou ácidos demais.

Dente do siso
O siso está localizado em cada lado do maxilar, superior e inferior. São os últimos dentes que nascem na arcada dentária e pode aparecer entre a adolescência e o começo da vida adulta. Ás vezes, seu nascimento ocasiona dores (causadas pela inclinação do siso na gengiva, inflamação ou pela falta de espaço para seu nascimento).

Bruxismo
O bruxismo acontece quando a pessoa range ou aperta os dentes durante o sono. Pode estar relacionada ao fator genético, ao estresse e a problemas como tensão, ansiedade e até depressão. Seus principais sintomas, além do rangido, são: desgaste nos dentes e dores no rosto, na cabeça e no pescoço.

Erosão dentária
Consumir alimentos muito ácidos (açúcar, refrigerantes, sucos de fruta, etc.) ou sofrer de algum problema médico e psicológico (refluxo ácido, anorexia, etc.) pode fazer com que o esmalte (camada externa do dente) se desgaste. Os dentes costumam perder a cor e ficar sensíveis.

Cárie dentária
A cárie é o nome que se dá para a deterioração do dente. E essa deterioração depende do que a pessoa come, como cuida dos dentes, a presença de flúor na água ingerida e o flúor no creme dental de uso.

Dentes amarelos
Os dentes ficam amarelados por diversos fatores: hábitos alimentares (com excesso de corante, por exemplo), uso de medicamentos (antibióticos e outros), má higiene bucal e também predisposição genética.

Gengivite
A principal causa dessa doença é a formação da placa bacteriana (que se forma nos dentes e na gengiva e tem aparência incolor e viscosa). É provocada pela falta de higienização dos dentes e pelo não uso do fio dental. Os sintomas são: gengiva inchada, avermelhada e sensível; sangramentos durante a escovação; formação de bolsas entre os dentes; mau hálito e gosto ruim na boca.

 

Conheça nossas especialidades